Alto Minho, Melgaço, Norte

Ecotura: O cavalo e o lobo em Castro Laboreiro

No meio do vale, Stefanie ajusta os binóculos, percorre com o olhar o penedio, fixa-se num ponto e exclama: “estou a ver! Estou a ver!”. Ao fundo, a silhueta de uma cabra Montês recorta-se nas escarpas da serra da Peneda. Pedro Alarcão, da Ecotura, sorri e diz que “este é um dos avistamentos de mamíferos mais difíceis da Europa”.




A suiço-alemã Stefanie e a sua filha Greta estão há uma semana em Castro Laboreiro. Este é já o final de uma semana de férias equestres. Todos os dias, saíram com os cavalos e percorreram a serra da Peneda. Aprenderam a montar e a cuidar dos animais e deslumbraram-se com as paisagens e as histórias de lobos.

“Já há muito tempo que queria aprender a montar, mas na Alemanha é tudo muito rígido e não queria andar só às voltas num picadeiro. Soube da proposta da Ecotura, vi as muito boas críticas e não hesitei. Ainda bem que o fiz, está a ser uma experiência absolutamente fantástica”.

Ao longo de uma semana, percorreram com os cavalos o território do Lobo Ibérico, viram vestígios e ouviram muitas histórias de lobos. Pedro Alarcão e Anabela Moedas, o casal que montou a Ecotura, são as pessoas indicadas para isso.

Ambos jornalistas, chegaram a Castro Laboreiro em 1999 com o objetivo de fazerem um livro sobre uma família de lobos. O projeto cresceu e seis anos depois nascia o documentário “A Vida Secreta dos Lobos”, que passou na RTP.

Turismo sustentável

Entretanto, foram ganhando raízes, passaram a viver permanentemente na serra e lançaram a Ecotura, um projeto turístico sustentável que é um dos meios para “ajudar a divulgar o lobo de todas as formas possíveis. Fazer com que a população local olhe para o lobo com outros olhos e que o medo do lobo mau faça parte do nosso passado. Contribuir para melhorar a imagem desta espécie tão importante e que tem sido alvo de uma perseguição sem tréguas ao longo de vários séculos” é o seu esteio de vida.

Ecotura - cabra Montês
Pedro Alarcão e Miguel Montez à procura da Cabra Montês

Anabela e Pedro fazem questão de promover um turismo sustentável, organizando toda a sua oferta em passeios equestres e pedrestres. “Estes passeios são sempre recheados de informação sobre o ambiente que nos rodeia e de acordo com o tema de cada actividade. O número limite de participantes em cada passeio é ainda mais limitado do que as normas legais pedem. Além disso, usufruir a natureza sabe bem melhor se o fizermos no seio de um grupo pequeno. O facto de estarmos no único parque nacional português, o Parque Nacional Peneda-Gerês, traz-nos responsabilidades acrescidas. Com a crescente desertificação das zonas rurais o mosaico agrícola tende a desaparecer. A diversidade da nossa fauna e flora depende da manutenção desse mosaico. A Ecotura assegura a manutenção dos seus cavalos participando na recolha do feno dos campos que vão sendo progressivamente abandonados, os resíduos orgânicos gerados por esses mesmos animais são cedidos gratuitamente à população local incentivando uma menor utilização dos adubos químicos”, afirmam no site da Ecotura.

Ecotura Country House

Ecotura
Ecotura Country House

À noite, sentados no jardim da casa tradicional recentemente recuperada, com o vulto das escarpas da serra a recortarem-se num céu que é uma imensidão de estrelas, trocamos histórias com Stefanie. É nesse cenário idílico que percebemos como esta semana de contacto com o cavalo e o lobo a está a marcar. Greta, no fim da adolescência, não perde pitada. Vai sorrindo e aqui e ali acena como que a dar força às palavras da mãe, que não esconde o encanto com as paisagens e com a gastronomia.

Pela manhã, bem cedinho, Stefanie já estará no jardim a receber os primeiros raios de sol enquanto lê e toma o primeiro café. À sua volta, um imenso carvalhal.

A Ecotura Country House é uma tradicional casa de montanha do início do século XX recentemente recuperada e adaptada para o melhor dos confortos. O piso térreo é um grande espaço aberto com sala e cozinha totalmente equipada. Lá em cima, no primeiro andar, estão os quatro quartos, três dos quais amplos.

A casa é decorada com gosto e com muito do trabalho da família. Muitos dos quadros são da filha de Anabela e Pedro. Anabela é ainda responsável por alguns dos móveis, que essa é outra das suas paixões.
Seja no jardim quando o tempo está mais convidativo, ou à lareira quando o corpo pede calor, este é um local a que voltaremos.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *