Alentejo, Baixo Alentejo, Serpa

A bela vila de Serpa

Aqui, ouve-se o cante saído das tabernas do centro da vila. Terra de gente orgulhosa da sua cultura, em Serpa vá-se pelas suas tradições e também pela beleza da vila que, dentro da cerca urbana mandada construir por D. Dinis, espanta pelos arruamentos e pelas suas casas com chaminés de escuta. O Palácio de Ficalho, do século XVI é edifício de traça austera e a razão para o aqueduto erguido sobre o pano da muralha e que se destinava exclusivamente a levar água ao palácio.

Mas a Serpa vá-se também pelo seu território, pela planície que se estende até à fronteira, pelo salto que o Guadiana dá no Pulo do Lobo e, claro, pelo queijo que em Serpa nenhum outro iguala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Siga-nos no Facebook