Na Veneza portuguesa celebremos a ria

Em Aveiro, saboreemos a cidade e a sua relação com a ria. Entremos a bordo de um moliceiro de cores garridas e conheçamos a “Veneza portuguesa” de uma outra perspetiva. Desembarquemos e deixemos que os nossos passos nos levem pela urbe à descoberta da Arte Nova que tem aqui o seu maior esplendor.

das margens do Mondego à Universidade

Os encantos de Coimbra

A Alta, a Universidade e a Sofia são Património da Humanidade e muito do que Coimbra tem para conhecer. Das margens do Mondego à Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra. Da Igreja de Santa Cruz ao Observatório Astronómico ou ao Exploratório.

Entroncamento

O Entroncamento e a ferrovia

A história do Entroncamento está intimamente ligada ao caminho de ferro. Em 1864 foi aqui que se fez a junção entre as linhas do Norte e do Leste e nasceu o Entroncamento ferroviário e o nó que deu nome à terra, lhe trouxe população e lhe definiu o destino durante todo o século XX.

Dornes Ferreira do Zêzere

A torre templária de Dornes

Em Dornes, a torre que é hoje sineira foi construída como atalaia, uma das primeiras, pela Ordem dos Templários. De lá se observa o rio Zêzere que corre por aqui como um lago azul. Está bem à vista o porquê de os monges cavaleiros terem escolhido este local, onde se ergue ainda a bela Igreja de Nossa Senhora do Pranto.

Siga-nos no Facebook