Grande Lisboa, Mafra, Região de Lisboa

Na Ericeira o dia acorda invernoso e termina radioso

Na Ericeira há que encostar ao paredão e olhar lá para baixo, para a praia dos Pescadores, erguer a vista a caminho do horizonte e ver as ondas a erguer uma mão contra as rochas. Inspirar os aromas do iodo, virar costas e apontar ao arroz de marisco. Na Ericeira há que passear pelas suas ruas paralelas ou caminhar com os sons do mar em fundo, há que aproveitar o dia e levar sempre um agasalho, que o dia acorda invernoso e termina radioso.

E em Mafra há que conhecer o convento cantado por José Saramago, a biblioteca – uma das mais belas do mundo – e a sua Tapada. Vá-se também ao Sobreiro, para vermos a aldeia-museu que saiu da imaginação e da arte de mestre José Franco e que hoje ostenta o seu nome.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *