© CM Sardoal

As Tábuas do Mestre do Sardoal

O Mestre do Sardoal foi um dos mais importantes pintores Primitivos Portugueses, que marcam a passagem do gótico para o manuelino. As suas obras já mostram os volumes e os movimentos das vestes, a profundidade começa a ser trabalhada e a paisagem já é tratada com “sfumato”.

©Paul Barker Hemings

O Convento de Cristo e muito mais em Tomar

O Convento de Cristo e o castelo, em Tomar, constituem um dos maiores conjuntos monumentais da arte peninsular e europeia e são Património da Humanidade. A Janela do Capítulo, tesouro do Manuelino, e a Charola onde os cavaleiros da ordem oravam, são os mais importantes momentos de todo o conjunto.

©João Martinho

O Mosteiro e tudo o mais em Alcobaça

O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é Património da Humanidade e ponto incontornável numa visita a Alcobaça. Aqui estão os túmulos de D. Pedro I e D. Inês de Castro, protagonistas da mais trágica história de amor portuguesa.

Torres Novas

Do Paul do Boquilobo às Grutas das Lapas

A apenas 7 quilómetros de Torres Novas, perto da confluência do Almonde com o Tejo, a Reserva Natural do Paul do Boquilobo é uma zona húmida de grande biodiversidade, com um centro interpretativo e um trilho devidamente assinalado. Mas as Grutas do Almonda e a ribeira da Beselga são outros destinos a explorar.

Vila de Rei

Bem no centro de Portugal

Em Vila de Rei estamos verdadeiramente no centro de Portugal. A 2,7 quilómetros da vila, no Picoto da Melriça, está o Centro Geodésico de Portugal, a que se deve ir não apenas pela curiosidade como pela bela vista que, em dias límpidos, chega mesmo à Serra da Estrela, a 100 quilómetros de distância.

©Confraria da Chanfana

A capital universal da Chanfana

Em Vila Nova de Poiares apreciemos o que os saberes ancestrais trouxeram até nós. Cunhada com a marca Capital Universal da Chanfana, esta chancela dá-nos a certeza da importância que a gastronomia representa como marca identitária. Mas há também arroz de bucho e o negalho para servir a uma mesa que será sempre farta.

©Celia Ascenso

Tanto para fazer em Porto de Mós

Há tanto para ver e fazer em Porto de Mós… Desde logo ver o o castelo de traça única que se ergue na colina sobranceira à vila. Este é um bom ponto de partida. Depois, se gostamos de história, podemos seguir até ao Centro Interpretativo da Batalha de Aljubarrota, erguido no exato lugar onde ela ocorreu.

Siga-nos no Facebook