Porches, Lagoa

A loiça de Porches

A alcachofra, o lírio, a flor da rosa e o bago silvestre são motivos tradicionais da loiça de Porches, em tons de azul, verde e rosa velho, que lhe trouxeram a fama.

©CM São Brás de Alportel

Entre o barrocal e a serra

A poucos quilómetros das praias algarvias, São Brás de Alportel é uma terra de barrocal e da serra. Outrora um dos mais importantes centros nacionais de produção de cortiça, a casca do sobreiro ainda é importante na economia do concelho e pretexto para uma visita mais demorada.

©Jose A

O Jardim do Algarve

Se o tempo estiver de feição, do alto da Fóia a vista alcança do Cabo de São Vicente à Arrábida. Monchique é um pequeno paraíso de clima ameno e belas paisagens. Chamam-lhe o jardim do Algarve e lá chegados percebe-se porquê. No fundo dos vales escarpados serpenteiam ribeiros de águas cristalinas e o verde é uma constante.

No coração da Ria Formosa

No coração da Ria Formosa

É aqui o coração da Ria Formosa com as suas ilhas da Culatra, da Armona e da Fuseta de areais extensos, a que se chega de barco, sulcando as águas vibrantes de vida da ria.

©CM Portimão

Subir o Arado como os fenícios

Faça-se a viagem encetada antes por fenícios, cartagineses, gregos, romanos, árabes ou normandos e suba-se o estuário do Arade de Portimão a Silves e conheça-se assim um improvável território que é fundamentalmente conhecido pelas suas praias.

©JACL

Os telhados e as laranjas na pausa da praia

Em Tavira deixemos que o olhar se erga para o cimo dos edifícios do centro histórico e descubramos os barrocos telhados de quatro águas, ou de tesoura. Vejamos os vestígios da cidade renascentista que não são mais por ação do terramoto de 1755.

Vila Real de Santo António, Algarve

Onde o Guadiana abraça o mar

É aqui que o Guadiana abraça o mar, que Portugal se encontra com Espanha. Num dos vértices do retângulo que é Portugal, o Marquês de Pombal reconstruiu Vila Real de Santo António marcando indelevelmente a paisagem urbana do seu centro histórico. Os que lhe seguiram juntaram a cidade ao rio e ao mar, criando marginais e passeios públicos.

Siga-nos no Facebook