©CM Alpiarça - Ricardo Vaz

A Casa dos Patudos

A Casa dos Patudos é o ex-libris de Alpiarça. Da autoria de Raúl Lino, e a primeira de uma arquitetura que marcará escola em Portugal. Residência de José Relvas, a casa é hoje o Museu Municipal e alberga a coleção pessoal do político da 1ª República. Inserida no complexo, a Albufeira dos Patudos convida a momentos de lazer e à prática dos desportos náuticos.

©André Luís

A lezíria marca a paisagem

A lezíria marca a paisagem e o ritmo de Benavente, onde os campinos ainda orientam as manadas de touros, um município orgulhoso das suas tradições. Em terras de Benavente, há que percorrer a lezíria e falar com as suas gentes.

©André Luís

O Sorraia que lhe dá vida

As bogas, carpas, barbos e bordalos povoam o Sorraia e são motivo para que muitos procurem Coruche como destino de pesca. Mas nas águas calmas e pouco profundas do maior afluente da margem esquerda do Tejo é possível outras atividades, sendo que descer o rio de canoa é uma das mais populares.

©Portuguese_eyes

As salinas de Rio Maior

Não deixe que o nome engane. No Ecomuseu das Salinas de Rio Maior não verá vestígios de uma exploração antiga. Vai ver os salineiros em plena labuta. Estas são as únicas salinas de interior existentes em Portugal e as únicas em toda a Europa que ainda laboram. Ficam a três quilómetros de Rio Maior, em pleno Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros.

©Francisco Antunes

A aldeia avieira de Escaroupim

Alves Redol chamou-lhes os nómadas do rio. Os pescadores que vinham da praia de Vieira de Leiria, na Marinha Grande, procurar o sustento invernal ao Tejo foram ficando, criando raízes e uma cultura própria. A aldeia de Escaroupim, em Salvaterra de Magos, é o exemplo de uma povoação avieira e um dos segredos bem guardados que urge descobrir.

Siga-nos no Facebook