Madalena, Pico, Açores

As vinhas da Criação Velha

Com os seus 2350 metros, mais alto em Portugal não há. Mas não é na montanha do Pico que queremos centrar atenções, nem tão pouco no mar que está por todo o lado e por onde passam as baleias. Falemos do vinho do Pico. Ou, mais apropriadamente, das vinhas da ilha, que encontramos em Madalena.

©José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa

Do vulcão dos capelinhos às águas tónicas do gin do Peter

Sabemos a data exata do nascimento do mais novo pedaço do território nacional: 27 de setembro de 1957. Foi na madrugada deste dia que os vigias da baleia do Costado da Nau notaram águas ferventes no oceano e um cheiro nauseabundo. Era o Vulcão dos Capelinhos que assim nascia, mantendo-se ativo por 13 meses.

©Cm Nordeste

Em Nordeste a ver as vistas

As terras do Nordeste são tidas como das mais belas da de São Miguel, nos Açores, o que não é coisa fácil numa ilha de paisagens idílicas. Por isso, aproveitemos os muitos miradouros que por lá há para aferir da veracidade da afirmação, com a certeza de que o que os nossos olhos virem nos deslumbrará.

©José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa

O Vale das Furnas

O cheiro a enxofre que paira no ar não engana: esta é uma zona vulcânica ativa e um dos ex-libris da ilha de São Miguel e dos Açores. As Furnas, com as suas fumarolas, o lago, os jardins e, claro, o cozido.

©Hansueli Krapf

A Lagoa das Sete Cidades

A Lagoa das Sete Cidades é um dos locais mágicos dos Açores e não é por acaso que foi considerada uma das 7 maravilhas de Portugal. Este que é o maior lago de água doce do arquipélago está situado na caldeira de um vulcão extinto, em terras de Ponta Delgada.

Siga-nos no Facebook