Centro, Miranda do Corvo, Região de Coimbra

O xisto cor de terra de Gondramaz

Em Gondramaz esperaríamos uma aldeia escura por ser de xisto, mas a pedra aqui tem uma tonalidade própria, cor de terra, que lhe empresta uma alma muito própria. Nas terras de Miranda do Corvo, na vertente ocidental da Serra da Lousã, Gondramaz é uma aldeia viva.

O xisto é omnipresente por aqui. Está nas casas e também nos caminhos, que são laboriosamente trabalhados na mesma pedra e nas mãos de quem lá vive e a trabalha em figuras muito próprias. Só não está no coração dos seus habitantes, que não é feito de pedra e são também mestres na arte de receber.

Jorge Montez
Nasceu e fez-se jornalista em Lisboa, mas quando o século ainda era outro decidiu mudar-se de armas e bagagens para Viana do Castelo. É repórter. Viveu três meses em Sarajevo quando os Balcãs estavam a aprender os primeiros passos da paz, ouviu o som mais íntimo da terra na erupção da Ilha do Fogo e passou cerca de um ano pelos caminhos do Oriente.